Crise de riso!!! (por Marcelino Lira).

27 01 2008

Baby Smile 

Estava indo para o supermercado para fazer, o que é óbvio, umas compras. Escolhi, no entanto, um horário que não beneficia tanto, mas certamente não tão terrível como sábado pela manhã. Entrando no estacionamento vi que não seria uma missão fácil parar o carro em uma vaga, mas um carro, bem em frente ao meu achou, uma vaga. O problema é que o carro era grande e estava próximo a outros que tinham estacionado irregularmente (em frente a eles). A questão era que dava pra estacionar se o motorista não fosse tão ruim. Depois de idas e vindas, tentando estacionar passa uma dupla de rapazes rindo um pouco. São os donos do carro ao lado do dela. O supermercado em questão tem vagas em duplas, separados por pilotis (se é que é assim que se escreve).

Quando o motorista viu que eles iriam sair deu ré no seu carro percebendo que não precisaria fazer tanto uso de sua direção hidráulica. Ele não olhou pra trás quando deu ré. Foi preciso que eu saísse de seu caminho para que não ocorresse uma batida. Depois que os rapazes saíram com o carro, o motorista ainda manobrou um pouco, e colocou o carro quase no limite da outra vaga, agora em aberto.Como o motorista colocou o seu carro na vaga da direita, prontamente coloquei na vaga da esquerda. Mas infelizmente, ou felizmente, não foi só isso. Como o motorista estacionou bem perto da vaga agora ocupada por mim (muito mal estacionado), ficaria difícil que a pessoa saísse pela porta. Olhei pra ver se conseguiria sair. Era uma mulher de meia idade que, dentro do carro, estava arrumando o cabelo pra sair. Apesar de ter a dificuldade de ver pelo vidro fumê, percebi que o seu biotipo poderia sair sem grandes problemas. Ao menos sairia.

Sai e quando ela foi sair percebeu que estava um pouco apertado. Eu vi quando ela estava saindo, colocando o seu pé além da linha amarela, divisória do espaço das vagas, que estava sob o seu carro. Ela olhou pra mim e fez uma cara feia. Como se me culpasse pelo que ela estava passando. Foi o momento que não me agüentei e comecei a rir. Normalmente não faço isso, respeito até quem não respeita, na medida do suportável. No entanto a situação era além de um controle razoável. Ela, que tinha um carro que certamente servia mais para uma ostentação desnecessária que para uma utilidade, que não sabia manusear corretamente o carro, que estava tomando o tempo de todos por sua imperícia em estacionar, que avança no local determinado para o estacionamento dos carros de todos, olhando pra mim, como se dissesse: “Ei! Você mocinho, não está vendo que estacionar o seu carro corretamente está atrapalhando a minha passagem? Pegue o seu carro e ponha mais pra lá!”

Não pude evitar.

Ri.

Ri sem parar.

Fiquei grato pela minha história de vida e do presente que é minha existência. De não ser tão narcisista de pensar que o mundo está para me servir. Que a razão da existência é que os outros me sirvam.

O que fazer em uma situação como essa? Convencê-la do contrário certamente não adiantaria. Então… Agora pensando melhor, rir foi a melhor solução…

Anúncios

Ações

Information

5 responses

28 01 2008
Giulietta

uhuhauhauah! =P

28 01 2008
Edilson

Por essas e outras é que, de vez em quando, ouço o Padre Marcelo Rossi e leio alguns versículos do “Good Book”. É preciso ser meio santo para conviver com diferenças-tão-diferentes e com quem pretende viver em sociedade e, sabe lá Deus por que, não tem bem idéia do que seja isso.
Infelizemente, caro Marcelino, no meu caso, parei de rir. Prefiro transformar a minha cara feia e mais feia ainda diante dessas situações.

17 02 2009
leila

o que fazer para evitar uma crise de risos … isso é problema pisicologico?

18 02 2009
Freudson

Nobre Leila,

A crise de riso não deve ser evitada, se for considerada “normal”… Ou seja… Algo em torno de 2 (dois) minutos.
De resto diria que existe uma patologia social, muito mais ampla que a individual, que faz com que esse tipo de coisa aconteça. Isso sim é “patológico” e precisa de “tratamento”!

Um abraço,

F.

25 03 2011
taisa

NOSSA!!! EU FICO UNS 30 MINUTOS ASSIM,KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: